Gato Fedorento

domingo, janeiro 25, 2004

BERLUSCONI: Vai por aí grande excitação para saber se Berlusconi fez ou não uma operação plástica. O tema, obviamente, não me interessa. No que toca a operações de Berlusconi, tudo o que seja menos que uma lobotomia sabe sempre a pouco. RAP
posted by Gato 7:24 da tarde

sexta-feira, janeiro 23, 2004

Mais um episódio do Gato Fedorento, hoje, às 21, na SIC Radical. Com os sketches "Desculpe Mas o Sotôr Usou um Argumento", "Esse Lugar é Meu", "As Grandes Questões do Nosso Tempo", "Entra Duro, Mete no Meio", "Então Como É Que Está o Gatinh... o Coelho?", "Velório do Pai do Transformista", "Mas Vai Ou Não Candidatar-se, Sotôr?" e "Qual Papel?" Seja o que Deus quiser. (Não sei se já fizemos referência a isto, mas o programa repete domingo às 16h30, terça às 9h30 e quinta às 15.)
posted by Gato 1:12 da tarde

ASTRÓLOGOS DE PORTUGAL. UM GUIA: Quantas vezes pensou em consultar um astrólogo mas não se sentiu capaz de eleger o melhor, de entre a vasta oferta de profissionais do ramo a trabalhar em Portugal? Nenhuma? Pois bem, nesse caso, este guia ser-lhe-á completamente inútil. Empreendi um profundo estudo de mercado e cheguei a algumas conclusões. Há, em Portugal, cerca de uma dezena e meia de astrólogos que publicitam o seu ofício nos jornais. Como separar o trigo do joio? Desde logo, através do grau académico. Há cinco professores (o professor Tounkara, o professor Bubacar, o professor Djabula, o professor Kaba e o professor Alage) e outros tantos profs. (o prof. Guirassy, o prof. Djaquité, o prof. Fofana, o prof. Karamba e o prof. Sidibé). Que razão está por detrás da abreviatura, num caso, e da designação por extenso, no outro? Impossível saber. Um professor, na sua extensão imponente, é mais do que um prof.? Ou, pelo contrário, o prof. atingiu um patamar de fama e qualidade profissional de tal ordem que se dá ao luxo de avançar apenas com uma sugestão abreviada do seu grau académico? É questão que desconcerta, sobretudo quando somos confrontados com outros títulos, como o de um enigmático mestre Cisse ou de um singelo doutor Pedro. Sobra ainda a astróloga Maria da Fé (que não tendo, aparentemente, concluído ou frequentado os estudos, exerce a profissão como os outros, o que pode indicar que estamos na presença de uma intuitiva) e o inclassificável professor-padre-astrólogo-vidente Molana Ibrahim.
Avancemos para outras características: três destes profissionais são astrólogos – curiosamente, todos professores (Noba, Bubacar e Alage) –, no que contrastam com o professor Tounkara, que é “grande astrólogo”. Há quatro “astrólogos-médiuns” (Fofana, Kaba, Karamba e Cisse, embora este último acumule o título de “grande cientista”), um “grande vidente” (Guirassy) e um “grande médium vidente” (Djaquité). Quatro destes homens prometem “sucesso onde outros falham” (Tounkara, Bubacar, Kaba e Fofana), o que sugere – para surpresa, estou certo, do público em geral – que, de vez em quando, este tipo de profissional falha. Seis astrólogos resolveram sublinhar, nos anúncios que publicaram, que são africanos (Bubacar, Alage, Cisse, Kaba, Karamba e Fofana), evitando assim que alguém leia os seus nomes e olhe para as suas fotografias e os tome por escandinavos.
Muito mais haveria a assinalar, mas, por falta de espaço, vejo-me forçado a precipitar o conselho final: a escolha deve ter em consideração, sobretudo, o grau de ridículo do nome do vidente. Por melhor que seja o astrólogo, ninguém quererá confidenciar a um amigo: “Lembras-te daquele meu problema? Foi resolvido pelo Prof. Fofana.” Ou: “Devo a minha vida ao Prof. Sidibé.” Mais vale comprar uma boa garrafa de whisky e beber um copo ou dois. Há problemas que desaparecem quase imediatamente. RAP
posted by Gato 12:58 da tarde

JE SUIS NÉ POUR TE CONNAÎTRE: No dia em que a minha filha nasceu, as responsabilidades de pai começaram. Tive de me dirigir imediatamente ao departamento de sócios, no Estádio da Luz, para a inscrever (sócia número 135.689) e a seguir entrei na Loja do Benfica para lhe comprar uma camisola oficial com “RITA” escrito nas costas. O meu sogro, que é do Belenenses, objectou argumentando que, fazendo isto, eu estava a condicionar as escolhas da menina, que agora não poderia tomar as suas opções desportivas livremente. É falso. A camisola do Benfica com o nome dela está ali. Mas não tem número nas costas. Ela terá plena liberdade para o escolher. A liberdade acima de tudo, é o meu lema. RAP
posted by Gato 12:57 da tarde

QUERO VER PORTUGAL EM MARTE: Não sabia que Portugal estava envolvido neste projecto de enviar sondas a Marte, até ler que os técnicos da NASA continuam a tentar restabelecer as comunicações com o robot Spirit, na véspera da chegada ao planeta da sua sonda gémea, Opportunity. Sondas gémeas? Há para aqui dedo da TVI. TD
posted by Gato 12:39 da tarde

Powered by Blogger

 

Um blog com opiniões, nenhuma das quais devidamente fundamentada. Mantido por: Tiago Dores, Miguel Góis, Ricardo de Araújo Pereira e Zé Diogo Quintela. E-mail: gatofedorento@hotmail.com

Past
current