Gato Fedorento

terça-feira, julho 29, 2003

MAIS UM EXCLUSIVO GATO FEDORENTO: Depois da detenção, há algumas semanas, do jovem Seabra, chefe do Gang das Caçadeiras de apenas 17 anos, o Gato Fedorento está em condições de avançar, em primeira-mão, com a notícia de mais uma importante detenção.

PATRÃO DO CRIME DE 117 ANOS DETIDO
Azevedo, chefe do Gang das Arrastadeiras e o velho criminoso mais procurado pela polícia, foi detido depois de uma carreira de furtos e assaltos que começou quando tinha apenas 90 anos.


Depois de vários anos foragido, o chefe do Gang das Arrastadeiras foi finalmente detido ao tentar adquirir uma embalagem de injecções para o reumático com recurso a uma receita falsa. Ao ser surpreendido pela polícia, Azevedo ainda tentou mais uma das suas destruidoras fugas, mas uma forte pontada, que desde o Inverno lhe vinha afectando a perna esquerda, travou-lhe os intentos à porta da farmácia e evitou mais uma aparatosa perseguição.

Azevedo ganhou fama à medida que ia acumulando um vasto rol de acções criminosas, nomeadamente assaltos a supermercados. O valor dos produtos para limpar dentaduras e das fraldas para incontinentes furtadas ao longo destes anos ascende a milhares de euros. Fraldas que passaram a ser um acessório fundamental para os membros do gang depois de, em início de carreira, Azevedo ter sido identificado através de um teste de ADN feito a uma amostra da sua urina encontrada no local do crime. Aquilo que a polícia acreditava ser um simples acto de provocação do malandro, afinal era um caso de próstata malandra.

Desde 1990 que a polícia vinha apertando o cerco a Azevedo, mas a argúcia deste nunca lhes permitiu veleidades. Segundo se diz, o famoso ladrão nunca ficava, por exemplo, mais de 74 horas seguidas na fila de espera para as consultas de Reumatologia, de forma a não se deixar apanhar pelas autoridades. Para além disso, Azevedo não tinha poiso certo. Conhecedor das deficiências na fiscalização de casas de repouso em Portugal, passava boa parte do tempo a saltitar de lar da terceira idade clandestino em lar de terceira idade clandestino, não deixando qualquer rasto.

Ficam para a história deste criminoso as famosas perseguições de automóveis em que se envolveu com a polícia. A última das quais só por mero acaso não resultou em catástrofe, quando a viatura que perseguia o carro de Azevedo na A1 se despistou aparatosamente, provocando um choque em cadeia. Tudo resultou da condução totalmente irresponsável e criminosa de Azevedo que, em caso algum e na auto-estrada, excedia os 40 Km/h. Naturalmente, a perseguição de 7 horas levou o agente que conduzia o carro da polícia a adormecer ao volante.

Foi, aliás, a paixão de Azevedo pelos carros que o levou ao mundo do crime, sendo que sempre teve uma particular paixão pelo modelo Morris Marina. Conta-se, no bairro de Azevedo, que era tão comum vê-lo ao volante destes carros roubados que, a certa altura, ele passou mesmo a ser conhecido como o “Marina”. Embora haja quem defenda a teoria de que a alcunha surgiu quando correu o boato que Azevedo tinha um companheiro negro, ex-jogador de futebol. Atoarda que o próprio desmente, peremptoriamente: “É uma calúnia infame! O meu Alcino nunca jogou ao futebol na vida!”

Para além dos crimes que lhe são atribuídos, a polícia tem ainda fortes suspeitas que Bin Laden tenha passado uns dias numa barraca que Azevedo tinha sub-alugada na Fonte da Telha, que tenha sido Azevedo quem roubou o avião do aeroporto de Luanda, tendo-o vendido às peças a fãs do tuning de Miratejo, e que tenha sido Azevedo a cometer o hediondo crime de convencer os Pólo Norte a apostarem numa carreira no mundo da música. TD

posted by Gato 5:21 da tarde

segunda-feira, julho 28, 2003

A AUTONOMIA IMPOSSÍVEL: Alberto João Jardim, antes do seu tradicional discurso em que exige mais autonomia para a Madeira, teve que beber (pelo menos) uma bebida alcoólica em cada uma das sessenta tasquinhas que visitou. Ora, há aqui uma gigantesca incongruência. Como é que alguém tem moral para exigir mais autonomia, quando precisa de duas pessoas, uma de cada lado, para se conseguir aguentar em pé? MG
posted by Gato 5:23 da tarde

ENTREVISTA A UM HOMEM-BOMBA: Antes de deixar uma cratera em Jerusalém, Tarik Shalek oferece um furo ao Gato Fedorento.

“My heart going boom boom boom
Hey, he said, grab your things I've come to take you home”
Solsbury Hill, Peter Gabriel

Tarik Shalek tem 20 anos, é solteiro e gosta de jogar gamão. Tem “a melhor profissão do mundo”. É homem-bomba.
Fui entrevistá-lo numa esplanada de Jerusalém. Quem sabe se não será a esplanada que Tarik rebentará brevemente? Para ajudar a quebrar o gelo, ofereço-lhe um cigarro.

- Queres?
- Não, obrigado. Não fumo. Cigarros matam um gajo, caraças.
- Porquê homem-bomba?
- Não tinha muita escolha. O meu pai foi homem-bomba, como já o meu avô tinha sido antes dele. Como primogénito, é meu dever continuar a construir a obra da família. Quer dizer, neste caso, destruir. (risos). Está no meu sangue e por isso, em breve, vai estar salpicado numa parede.
- E porquê o Hamas?
- Sou do Hamas desde pequenino. Lembro-me... não tinha mais de 9, 10 anos, às segundas, ia a correr buscar o jornal ao meu pai, para ler os resultados dos atentados do Hamas. Quando decidi enveredar pela carreira, não hesitei. Apesar das Brigadas Al Aqsa me terem oferecido mais, o meu sonho foi sempre representar o Hamas. E não estou nisto pelo dinheiro.
- A tua família, como reagiu à tua escolha?
- Eles sabem que eu queria seguir o rastilho que o meu avô acendeu. Desde sempre que eu tenho esta coisa do bombismo dentro de mim. Quando era puto, tinha a mania de fazer bombas na piscina e molhava os meninos israelitas. Acho que isto é uma coisa que nasce connosco. A minha família aceitou bem. Os meus irmãos olham-me com admiração, percebem que um homem-bomba é alguém que consegue subir na vida. A minha mãe resignou-se. Mas numa coisa foi intransigente: obrigou-me a acabar o liceu. Disse que um homem sem educação não é nada e que, se a carreira de homem-bomba dá para o torto, preciso de alguma coisa a que me agarrar. Se tiver mãos. (risos) Ela disse: “Uma coisa é estropiado, outra é estropiado e burro!”
- E como é que concilias os estudos e a preparação para homem-bomba?
- É complicado. Estou nas aulas mas não me concentro no que a professora diz. Só penso no atentado que vou fazer. Tenho sempre a cabeça nas nuvens...
- É um bom treino...
-(risos)
- Já sabes como é que vais fazer o atentado?
- Nunca se controla essas coisas, mas tenho uma ideia do que gostava de fazer. Acima de tudo, tem de ser bem sucedido, tenho de rebentar em termos. Só que tenho muito medo de ser um fracasso. De só levar um ou dois comigo. Às vezes, tenho pesadelos em que estou num autocarro, puxo a cavilha à bomba, mas não explode. Depois, fico ali, no meio, com todos os judeus a rirem-se de mim. Acordo em pânico. É como aqueles sonhos que se tem em criança, em que se vai nu para a escola...
- E depois de explodires? O que é que esperas?
- (sorri) Ó! Vou acordar no céu, junto do Profeta e de setenta virgens! Vou ter 70 virgens só para mim!
- Tarik, já estiveste com alguma virgem?
- A minha irmã.
- Sexualmente, quero eu dizer.
- Ah, não.
- Sabes o trabalho que dá uma virgem? Convencê-la a ir para a cama, convencê-la de que gostas dela e de que ninguém vai ficar a achar que ela é porca só por dormir contigo. Depois vem o sexo: tem de ser com a luz apagada, ela não se vai mexer, vai-se queixar de que estás a magoá-la. Há aquele sangue todo. Anal está fora de questão. E no fim, agarra-se a ti com tal força, que só te vais conseguir libertar para ir à casa de banho lá para as oito da manhã.
- Não sabia...
- E o pior é que, por pior que tenhas sido, ela há-de sempre olhar para ti como “o primeiro”. Vai achar que têm uma ligação especial e nunca te vai querer largar... Isto é uma virgem. Imagina setenta.
- Nunca tinha pensado nisso... Não admira que lhe chamem eternidade...
ZDQ

posted by Gato 3:00 da tarde

DEPONHA LÁ FORA, CÁ DENTRO: Ferro Rodrigues devia conseguir ver a vantagem de ter sido alvo de mais de 1800 escutas. O líder do PS nunca mais terá que se deslocar ao DIAP para prestar declarações. Neste Verão, pode estar de papo para o ar numa praia das Caraíbas e, quando quiser dizer alguma coisa ao juiz Rui Teixeira, só tem que pegar no telemóvel e telefonar a um amigo. MG
posted by Gato 3:00 da manhã

ACONTECE AOS MELHORES: É definitivo. O Acontece vai acabar. Dr. Morais Sarmento, estou à espera da minha volta ao mundo paga pelo Estado português. MG
posted by Gato 2:55 da manhã

Powered by Blogger

 

Um blog com opiniões, nenhuma das quais devidamente fundamentada. Mantido por: Tiago Dores, Miguel Góis, Ricardo de Araújo Pereira e Zé Diogo Quintela. E-mail: gatofedorento@hotmail.com

Past
current